Melhore Seu Italiano Com Livros Em Italiano!

Cultura Italiana

sábado, 31 de março de 2012

Single - Mi Hai Guardato Per Caso? [Marco Carta] (2012)

Capa do Single ''Mi Hai Guardato Per Caso?'' [Marco Carta]
Hey Hey People! Esta é uma participação do leitor aqui no blog. A leitura Leidiane enviou um pedido no nosso facebook oficial, para que fosse postado o novo single de Marco Carta no blog. Eu não sou fã dele, por minha iniciativa nada dele seria lançado mas quando um fã pedir algo que seja da música italiana, será postado!
Se você quiser algum conteúdo no blog, deixe o pedido com seu nome em forma de comentário em qualquer postagem do blog, ou entre no nosso facebook, e deixe o pedido lá! Atenderemos assim que possível.
Este vídeo de Marco Carta antecipa o lançamento de seu novo trabalho, "Necessità Lunatica", que sairá dia 10 de abril.


Aproveitem então a nova música de Marco Carta, ''Mi Hai Guardato Per Caso?"

sexta-feira, 30 de março de 2012

Classifica Settimanale - FIMI [#19]

Esta semana a classificação teve algumas mudanças. Com novos discos saindo na Internet, algumas posições foram tomadas por estes novos artistas. Pino Daniele debutou em 2° lugar com seu novo disco, enquanto Valerio Scanu em 6°. Também temos Fabio Concato em 14° lugar! Lucio Dalla continua forte em 1° lugar com seu 12.000 Lune e em 4° Lugar com Caro Amico Ti Scrivo e também em 15° com Dallamericaruso.
Os outros artistas que vem carimbando o TOP 15, continuam quase sempre o mesmo.
Vejamos agora como ficou o Top 15 desta semana então.

Esta é a classificação semanal da FIMI, de 19/03/2012 a 28/03/2012:


Posição atual, Disco/Artista, Posição na Semana Anterior:


1° - 12000 Lune [Lucio Dalla] (1°)
2° - La Grande Madre [Pino Daniele] (Nuovo!)

3° - Wrecking Ball [Bruce Springsteen] (2°)
4° - Caro Amico Ti Scrivo [Lucio Dalla] (3°)
5° - 21 [Adele] (4°)
6° - Cosi' Diverso [Valerio Scanu] (Nuovo!)
7° - Making Mirrors [Gotye] (58°)
8° - Up All Night [One Direction] (7°)
9° - Faciamo Finta Che Sia Vero [Adriano Celentano] (6°)
10° - L'Amore È Una Cosa Semplice [Tiziano Ferro] (5°)
11° - Amami [Arisa] (9°)
12° - Mylo Xyloto [Coldplay] (14°)
13° - Sarò Libera [Emma] (8°)
14° - Tutto Qua [Fabio Concato] (Nuovo!)
15° - Dallamericaruso [Lucio Dalla] (10°)


Outros Artistas Italianos Relevantes:

16° - Ora [Jovanotti]
17° - Chiaro [Gigi D'Alessio]
18° - L'Amore È Femmina [Nina Zilli]
19° - Sergio Cammariere [Sergio Cammariere]
23° - La Vita È Uno Specchio [Ghost]
25° - Work In Progress [Lucio Dalla & De Gregori]
26° - Sud [Fiorella Mannoia]
30 - Rossonoemi [Noemi]


Certificazioni
Dischi Diamante [600.000+ Copie]

ARTISTI - Dalla settimana 1 del 2009 alla settimana 11 del 2012

1° - Vivere O Niente [Vasco Rossi] (2011)
2° - Arrivederci, Mostro [Ligabue] (2010)
3° - Ora [Jovanotti] (2011)
4° - Viva I Romantici [Modà] (2011)
5° - ZeroNoveTour Presente [Renato Zero] (2009)
6° - Tracks 2 [Vasco Rossi] (2009)


New Awards
[Sessão Criada Para Mostrar Artistas Que Ganharam Algum Novo Premio Na Última Semana]

Wrecking Ball [Bruce Springsteen] - Certificado Com Disco de Ouro (+60.000)
Piccolino [Mina] - Certificado com Disco de Ouro.

Singolo Della Settimana [#18] - La Notte [Arisa]

Arisa está em TOP 1 mais uma vez como single mais ouvido da semana. Mais 3 artistas de sanremo 2012 completam o Top 4 dos singles, sendo Caruso com Lucio Dalla em segundo, Non È L'Inferno com Emma em terceiro, e Sono Solo Parole com Noemi em quarto.
Nina Zilli é a ultima Italiana no TOP 10 desta semana, com Per Sempre.
Vamos ouvir então o single mais pedido pelos italianos esta semana, Arisa com La Notte.




Vejamos então o single mais ouvido pelos italianos esta semana, Arisa com La Notte:

quinta-feira, 29 de março de 2012

Conheça Em 5 Canções - Gigliola Cinquetti [1947]

Gigliola Cinquetti na época de seus primeiros sucessos.
Ciao Ciao People! Eu resolvi abrir mais um marcador no blog, para postar algo diferente. Como a Itália é um país explodindo em novos talentos, novas músicas, e músicos antigos em plena atividade, nunca sobra tempo para falar sobre artistas ou músicas mais antigas ou que estão fazendo outras coisas atualmente, ou faleceram. E assim ficamos defasados de grandes nomes da Música Italiana! Mudemos um pouco então. Todo mês abrirei 1 ou 2 posts para falar rapidamente de alguma grande estrela da Itália, mas não falarei muito com palavras. Deixe que os vídeos falem por mim, pode ser? Vamos começar com a Princesinha dos anos 60 na Itália, a linda Gigliola Cinquetti?

1° - Non Ho L'Età [1964]
Com esta música, Gigliola ganhou o Festival de Sanremo de 1964 e apenas 2 meses depois ganhou o Eurovision Song Contest em Copenhague.


2° - Dio, Come Ti Amo! [1966]
Ganhou seu segundo Festival de Sanremo com esta música, que também rendeu um filme, de mesmo nome, protagonizado por ela.


3° - Alle Porte Del Sol [1973]
Ganhou o concurso Canzonissima com ela, e anos depois, reeditada chegou ao 17° lugar na Billboard na voz de Al Martino.


4° - Sì [1974]
Com esta música ficou em 2° lugar no Eurovision Song Contest, perdendo para Waterloo, do grupo ABBA.


5° - Giovani Vecchio Cuore [1995]
Esta música marcou seu ultimo festival de Sanremo, o 12° onde ela participou e também sua saída do mundo da música. Agora ela trabalha como jornalista e apresentadora na RAI.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Concerto: Zucchero, Ao Vivo no Teatro Bradesco, 26 de Março de 2012

Foto de Divulgação do Teatro Bradesco. 
Direitos Reservados
Hey People! Rolou a 2 dias atrás no shopping bourbon o show do cantor Zucchero, o italiano que já tocou com Pavarotti, Queen, Paul Young, e que desta vez tem em seu novo disco, participações de Bono, do U2 e de e Brian, do Beach Boys.
Eu infelizmente não pude apreciar. Além de ser bem longe da minha casa, e tarde, eu trabalhei no mesmo disco. Muito difícil, porém, fiquei com muita vontade de ir, mesmo não sendo Zucchero meu artista favorito [Nem perto].
Porém, um grande evento no Brasil não poderia deixar de ser registrado no La Musica Suona.
Para isto, convidei a "Sandra Dias", amiga minha e estudante de Italia, apaixonada pela Itália para dar um pequeno testemunho do que ela viu no show do Zucchero.
Passo a palavra a ela.


ZUCCHERO - TEATRO BRADESCO, SP 26/02/12
  
O show de Zucchero, no dia 26/03/12, no teatro Bradesco, em São Paulo, divulgou o CD Chocabeck e ainda incluiu faixas como Diavolo in me, Diamante, Senza una donna, Baila Morena e Misere, da parceria com Luciano Pavarotti. Com este criou o projeto "Pavarotti e Amigos", que era um grande evento realizado anualmente com a participação de vários cantores e com renda destinada a projetos de caridade.

Zucchero, dono de uma voz rouca lindíssima, mistura em sua música rock, folk, blues e classico. Já fez parcerias ao longo de sua carreira com vários nomes importantes da música mundial como Sting, Eric CLapton, Joe Cocker, James Taylor, Scorpions, Paul Young, Fito Paez, Elton John, etc.

O CD Ouro, Incenso e Birra, de 1989, é o mais vendido da história da música italiana.

O espetáculo superou e muito minhas expectativas. Por ele não ser muito conhecido do grande público brasileiro, esperava um show morno, mas me enganei. Não só ele sabe agitar a platéia, como o público presente era entusiasta de suas músicas, e cantavam apaixonadamente, dançavam e aplaudiam de pé a todo momento. O Show teve duração de quase 2 horas e ainda deixou um gostinho de quero mais !!!!

Por Sandra Dias, ao La Musica Suona.

Assista ao clipe de Alla Fine, de Zucchero, ao vivo no Teatro Bradesco:

terça-feira, 27 de março de 2012

Single - Da Domani [Claudia Megrè] (2012)

Claudia Megrè
Ciao People! Depois da resenha de Irene Fornaciari eu trago para vocês um b-e-l-íssimo videoclipe feito por Claudia Megrè. A música é um pop rock, muito bem feito, com sonoridade alternativa, forte e alta. Eu me apaixonei pela canção e pelo ambiente do videoclipe, muito claro, vivo, e bom astral.
Se trata do segundo single oficial da cantora, que saiu logo após Dimmi Che que conta com a participação extraordinária do Solis String Quartet, e já angariou mais de 80 mil visualizações o Youtube...
A artista tem 25 anos, é uma nova cantora napolitana, e é promessa para os Italianos. Sua voz é forte, e suas canções são boas.
Fica aqui este novo videoclipe, desta cantora que promete muito ainda.


Assista agora a Da Domani, novo videoclipe da artista Claudia Megrè:

Recensione - Grande Mistero [Irene Fornaciari] (2012)

Grande Mistero [Irene Fornaciari]
Hoje vamos falar de uma cantora nova, mas já bastante conhecida, Irene Fornaciari. Por carregar o sobrenome de seu pai mesmo artisticamente, a artista já foi ao sucesso com apenas 3 anos de carreira. Zucchero a lançou na música no disco Bluesugar, onde ela participou da música Puro Amore, em 1998, mas foi em 2007 com a música Un Sole Dentro, que a artista se profissionalizou, participando como Giovanni no Festival de Sanremo. Diferente de seu pai, a artista é mais cantora de Pop, do que de Blues. Falaremos hoje de seu novo disco, Grande Mistero. Com este disco, você já pode visualizar as resenhas de Irene Fornaciari, Marlene Kuntz, Chiara Civello, Adriano Celentano, Nina Zilli, Eugenio Finardi, Samuele Bersani, Francesco Renga, Gigi D'Alessio, e Pierdavide Carone. Vamos ao que interessa agora...

O Grande Mistero é um disco de Inéditas lançado na oportunidade do Festival de Sanremo. Trata-se do segundo disco de Inéditas da artista, o terceiro se contar uma coletânea já lançada. Saiu em toda Itália dia 22 de Fevereiro e está repleto de grandes participações nas composições. Este disco começa com a alegre Grande Mistero, uma belíssima faixa de Power Pop, e creio que iria mais longe no Festival de Sanremo, não fosse o ano de 2012, ter sido dominado por uma onda adolescente que retirou qualquer chance de boas músicas irem longe. A artista não se abateu pois percebemos que ela melhorou significantemente na noite de duetos, por exemplo, quando ela fez uma óóóóóóóótima apresentação com o deus do Hard Rock Britânico, Brian May [Influência do Papai?]. O Disco vai avante com a faixa Il Volo Di Un Angelo, faixa que começa diretamente com um arranjo de violinos incríveis, e logo após é dominado pela voz da cantora. A música é escrita por Zucchero, Irene e Enrico Ruggeri. A música é bem rápida e segue a alegria e o estado de espírito da primeira faixa.
A terceira faixa é a X Esistere, escrita por Irene e Davide Van De Sfroos, o mesmo que escreveu a primeira faixa. E estra trata-se de uma mais calma, romantica, baseada em dedilhados de violão. O refrão é pegajoso, cuidado se você não gosta de ficar com músicas na cabeça; A Quarta música é Però Non È, e conta com a participação de Niccolò Agliardi e Damien Rice na composição. É uma outra música com inspiração para balada, feita com riff simples de violão, porém bem mais força que a anterior. A linha de baixo do disco é maravilhosa, sem o que acrescentar.
Chegamos na quinta faixa do disco, Come Ti È Venuto In Mente, música escrita por Max Pezzali, Claudio Guidetti, e Irene. Só pelo fato de Maz Pezzali participar da música, já me desperta boas esperanças. E aqui não fui decepcionado. A faixa é belíssima, tem algumas pegadas surpresas de guitarras, um bass constante, e canção muito bem cantada por Irene. Belíssima faixa também grudenta, cuidado! ;-)
Chegamos na metade do disco com a música Nemmeno Tu, escrita por Alex Callier em parceria com outros 3 artistas. A música tem um início que parece Country Rock, e eu fiquei extremamente ansioso, mas ela decepcionou ao se mostrar uma música pop comum, com um riff interessante. Eu fiquei chateado, criei muitas expectativas nos 30 segundos iniciais. Mas a música é boa, num geral. Mas ao invés de guitarras constantes e fortes numa canção acústica, temos uma música com distorções e cheia de edições para rádio.
A sétima canção é a Badaboom, tambéme escrita por Alex Callier e Emiliano Cecere. Na hora que vemos o nome desta música, imaginamos uma canção eletrônica não é? E é isto mesmo que ela é. Mas o interessante dela é que não é uma canção feita eletrônicamente, ela é feita numa linha de baixo muito boa, com efeitos sonoros feito com vocais, e um som constante de violino no fim da música. Muito boooooooooooa a alternativa para música eletrônica feita por eles.
Escute aqui a Badaboom, sétima canção do disco de Irene Fornaciari [CLIQUE]
A oitava canção é a Gatta No, escrita com Zucchero e Emiliano Cerece. Sabe aquela canção, feita com um arranjo básico de violão, no estilo "marcha", com palmas, e assovios? Que parece coisa de comercial de televisão? Esta é uma faixa do tipo, se você conseguiu visualizar isto na mente. Caso não conseguiu, pode ouvir isto, basta [CLICAR AQUI.] A música me conquistou pelo potencial em conquistar o ouvinte.
A faixa nove, "Niente Di Importante", não tem nada de importante na verdade, eu a achei fraca. Aquele joguinho de palavras mixuruca, "Io? Io sono io..." Ah, para com isso, faz melhor! Hehehe
Vamos pular então para a faixa 10, que é melhor, e se chama Il Mondo Leggero, uma canção pop com letra clássica. Essa letra é belíssima, e a música surpreende em diversos pontos, com boas pegadas de guitarra, e belas evoluções de contrabaixo. Bem legal mesmo.
A ultima música do disco, é a faixa Palla Di Vetro, escrita em parceria com Ron (Épico músico dos anos 70), e é realmente uma faixa para finalização de um belo disco. A faixa é toda organizada pelos vocais de Irene, com uma letra belíssima, arranjo de piano, e de cordas, com aquele ar de finalização mesmo e é uma das melhores faixas do disco.
Minhas considerações finais vem com uma confissão junto. Ao ouvir este disco a primeira vez, eu achei que seria apenas um disco normalzinho, mas Irene Fornaciari mostra que não usa o sobrenome do pai por incompetência ou para angariar ouvintes do "velho", mas sim porque ela é digna de usar o nome. Se tornará uma das grandes artistas da Itália com certeza. Este é um disco de Afirmação. Vale a pena ouvir.

Nota: 8

A artista não teve nenhum videoclipe do novo disco ainda, então relembre um de seus momentos no Festival de Sanremo, com a música Grande Mistero:

segunda-feira, 26 de março de 2012

Single - Alice [Èlis] [Virginio] (2012)

Saiu a 2 dias em toda Europa o novo disco do rapaz Virgínio, uma das revelações dos shows de músicas italianos. Eu particularmente não gosto deste estilo de música extremamente pop, de cantores que querem conquistar corações femininos adolescentes. Talvez pelo fato de eu não ser um coração feminino adolescente. Virgínio faz parte deste grupo de artistas que fazem musica muito comercial, muito adolescente. Porém eu sempre vi um potencial no vocal deste garoto, só acho que ele tem o produtor e o empresário errado. Ele devia apostar em música para adulto. Porém, estava no MSN com um dos leitores do La Musica Suona, e ele comentava sobre a música, que achou boa, gostaria de ver no blog. Disse que eu só usaria musicas como as dele para abrir uma sessão para falar mal de músicas, músicos ou coisas correlatas. Porém, ouvi a música a pedido dele, e olha, apesar de ainda ser muito comercial, o garoto acertou nesta música. A letra é bem grudenta, eu aprendi na primeira vez que ouvi e sai cantando [com minha linda voz], mas não porque gostei e irá para meu playlist, e sim porque ele acertou numa letra fácil de se gravar, com uma sonoridade bacana, e voz que agrada.


Assista então ao novo videoclipe de Virginio, chamado Alice (Èlis), que antecedeu o lançamento de Ovunque:

Recensione - Canzoni Per Un Figlio [Marlene Kuntz] (2012)

Canzoni Per Un Figlio [Marlene Kuntz]
Hoje falaremos um pouco sobre o novo disco da banda Marlene Kuntz, entitulado Canzoni Per Un Figlio, que saiu no mercado no dia 22 de Fevereiro deste ano. Com esta resenha, continuo o trabalho de resenhar todos os discos dos participantes do Festival de Sanremo 2012. Até agora, você já pode visualizar aos discos de Marlene Kuntz, Chiara Civello, Adriano Celentano, Nina Zilli, Eugenio Finardi, Samuele Bersani, Francesco Renga, Gigi D'Alessio, e Pierdavide Carone. Vamos ao que interessa agora...

Três notícias sobre Canzoni Per Un Figlio, 1 ruim, e 2 boas... Estas notícias se fazem necessárias para entender a resenha e o disco. A notícia ruim é que este não é um disco de inéditas do Marlene Kuntz, ao contrário do que muitos pensam... Porém, a primeira boa é que também não se trata de um "Best Of", nem mesmo um repacking de seu ultimo disco, coisas que alguns artistas de Sanremo fizeram. A outra boa notícia é que se trata de um excelente disco, mesmo assim. 
Mas se não é um Repacking, um Best Of, muito menos um disco de inéditas, o que é "Canzoni Per Un Figlio"? trata-se de um disco com as canções em competição da banda no Festival de Sanremo, claro e também um arranjo de canções do repertório da banda, reelaboradas e reunidas em um conceito, que se tornam de verdade, canções de conselhos de um pai para seu filho. 
Desta vez eu farei uma resenha diferente da comum. Normalmente em recomendações eu falo rapidamente do disco e dos pontos fortes e finalizo, e nas resenhas eu sou mais técnico e falo de música por música. Porém, neste disco, a resenha merece ser do trabalho como um todo e não de música por música, até porque muitas delas as pessoas já conhecem [Por não serem inéditas].
Muitas pessoas criticaram a participação do Marlene Kuntz no festival de Sanremo e seus fãs sempre disseram: "Para que uma banda de 20 anos quer participar de um festival de talentos?" O Marlene Kuntz se reinventou e quis mostrar isto. Ganharam o prêmio de melhor dueto no festival, com Patti Smith, porém ficou muito mal colocado no prêmio geral. A música Canzoni Per Un Figlio, por exemplo,  é difícil de se cantar, de mostrar a emoção ao vivo. Não há muito o que falar desta canção, todos ouviram no festival de Sanremo, porém na versão do disco, o que eu comentei num stream ao vivo do festival de sanremo se mostra real. A escolha da forma como ele cantou a música, foi realmente proposital. e foi uma excelente escolha. Música nota 10.
O disco em si, é quase que acústico, é também quase que um disco conceitual. Exceto duas músicas, sendo elas Canzoni in Prigione, que foi criada para ser trilha sonora de um filme, e Un Piacere Speciale, todas as músicas seguem o mesmo tema. Este disco tem um som muito diferente de "Ricoveri Virtuali e Sexy Solitudini", e encontramos a banda muito mais perto da sonoridade lírica de "Uno". 
O disco nos coloca numa dimensão mais "Cantautorale" ou seja, um disco mais fino em questões de composições, com aquele anexo ao rock alternativo que a banda sempre teve. Em faixas como "Trasudamerica" onde a letra belíssima se mescla com sonoridades latinas, ou em "Pensa", onde a guitarra faz aquele som alternativo britânico. A banda soa muito acústica em canções como "A Fior Di Pelle" baseada em violão acústico e cordas, e em "Canzoni Ecologica" na canção "Bellezza", onde o som acústico é baseado no som do piano, acompanhado dos mesmos sons de cordas ao fundo. 
Voltando rapidamente em pensa, a canção que é inédita também, tem um arranjo de orquestra belíssimo, jogada com arranjos de guitarra rasgadas e com certeza uma das melhores jóias deste disco, junto com Trasudamerica (que perdeu a sua tensão elétrica da versão no disco "Catartica") e com "Lieve", uma faixa mais alegre, com riff mais rápido e ótima linha de baixo e presença de guitarras na música inteira, característica de Marlene Kuntz que não se encontra em todas bandas italianas, muitas delas até sem a presença de guitarras... Esta presença totalmente Marlene Kuntz também se encontra na faixa "Io e Me", 
O que funciona mesmo neste disco, é que não há faixas tapando buracos, ou desconexas, pois todas as faixas trabalham para mandar a mensagem de um todo. E é justamente por isto que os clássicos da banda, como "Nuotando Nell'Aria", ou "Sonica", não se encontram neste disco. Por esta razão ele não pode ser considerado Best Of, e por isto é um excelente disco, pois eles fizeram um disco novo, com idéias novas, e sonoridade nova, usando musicas antigas, que tinham idéias antigas e sonoridade diferente.
Em resumo: O Marlene Kuntz se reinventou, e mostra para o novo público, eu, você que me lê, e todos que votaram tanto no festival de sanremo por exemplo, que eles podem usar o que já faziam de novo, sem reciclar, mas de forma nova e única. E uma boa ocasião para a legião de fãs de Marlene Kuntz redescobrirem músicas as vezes perdidas de seu repertório antigo, em novas versões.
Um belíssimo disco. Gostei bastante. Por esta reinvenção da banda, eu fiz uma resenha reinventando meu modo de escrever. É um disco que merece ser ouvido faixa a faixa, mas só pode ser explicado se o vermos como um todo.

Nota: 9

Assista agora ao videoclipe oficial da música Canzoni Per Un Figlio, de Marlene Kuntz:


Se sai bene ciò che fai
La felicità sarà sempre raggiungibile
Se non sai quello che vuoi
L’infelicità sarà spesso incomprensibile - Marlene Kuntz

domingo, 25 de março de 2012

Single - Fin Dove C'è Vita [Sal Da Vinci] (2012)

Sal Da Vinci lança um belíssimo videoclipe que antecipa o lançamento de seu novo CD, entitulado "È Cosí Che Gira Il Mondo", que tem lançamento marcado para 24 de abril.
O disco terá grandes presenças de Ornella Vanoni, Ana Carolina, e Maurizio Soliere.
O Videoclipe de Fin Dove C'È Vita, foi gravado entre as cidades de Napoli, e do Rio de Janeiro. As cenas no Brasil foram gravadas na Favela da Rocinha, no Vôo Livre de Pedra Bonita, Rio Atlântica, Alto da Lapa, Favela de Cantagalo, e também nas praias de Ipanema e Copacabana.
Pessoas aparecem levando suas vidas cotidianas durante o videoclipe, e a equipe de Sal Da Vinci manda abaixo do videoclipe oficial, agradecimentos muito especiais ao "povo maravilhoso da cidade do Rio de Janeiro".
A música também é linda, dançante, com uma letra agradabilíssima.
Vale muito a pena ouvir!


Assista agora ao videoclipe oficial de Fin Dove C'è Vita, de Sal Da Vinci:

sexta-feira, 23 de março de 2012

Classifica Settimanale - FIMI [#18]

Lucio Dalla. Este é o nome da Itália. Dominando os charts de singles mais ouvidos, de singles mais baixados, ele também voltou ao primeiro lugar nos charts de discos mais vendidos. Sem falar que até o vigésimo lugar, o artista ainda tem mais 3 discos como mais vendidos! Sergio Cammariere debutou bem com seu novo disco, no TOP 15, enquanto alguns artistas voltaram a tomar altas posições com seus discos, como Jovanotti e seu multiplatinado Ora.
Enquanto isso os artistas de Sanremo começaram a pegar apenas posições medianas nos charts.
Obtivemos nessa semana também 5 artistas com novas premiações pelos seus discos. Veja na parte Certificazione. Vejamos agora como ficou a classificação semanal.

Esta é a classificação semanal da FIMI, de 12/03/2012 a 18/03/2012:

Posição atual, Disco/Artista, Posição na Semana Anterior:

1° - 12000 Lune [Lucio Dalla] (2°)

2° - Wrecking Ball [Bruce Springsteen] (1°)
3° - Caro Amico Ti Scrivo [Lucio Dalla] (9°)
4° - 21 [Adele] (3°)
5° - L'Amore è Una Cosa Semplice [Tiziano Ferro] (5°)
6° - Facciamo Finta Che Sia Vero [Adriano Celentano] (11°)
7° - Up All Night [One Direction] (8°)
8° - Sarò Libera [Emma] (6°)
9° - Amami [Arisa] (10°)
10° - Dallamericaruso [Lucio Dalla] (4°)
11° - Chiaro [Gigi D'Alessio] (14°)
12° - Sergio Cammariere [Sergio Cammariere] (Nuovo!)
13° - Ora [Jovanotti] (16°)
14° - Mylo Xyloto [Coldplay] (21°)
15° - L'Amore È Femmina [Nina Zilli] (20°)

Outros Artistas Italianos Relevantes:

16° - Work In Progress [Lucio Dalla]
22° - Campovolo 2.011 [Ligabue]
25° - Viva I Romantici [Modà]
26° - Inedito [Laura Pausini]
31° - Evoluzione Della Specie [Dolcenera]
39° - Grande Nazione [Liftiba]
47° - Vivere O Niente [Vasco Rossi]
99° - Danato Vivere [Negrita]


Certificazioni
Dischi Diamante [600.000+ Copie]

ARTISTI - Dalla settimana 1 del 2009 alla settimana 10 del 2012

1° - Vivere O Niente [Vasco Rossi] (2011)
2° - Arrivederci, Mostro [Ligabue] (2010)
3° - Ora [Jovanotti] (2011)
4° - Viva I Romantici [Modà] (2011)
5° - ZeroNoveTour Presente [Renato Zero] (2009)
6° - Tracks 2 [Vasco Rossi] (2009)


New Awards
[Sessão Criada Para Mostrar Artistas Que Ganharam Algum Novo Premio Na Última Semana]

21 [Adele] - Certificada com Disco de 5x Platino (+300.000)
Up All Night [One Direction] - Certificada com Disco de Ouro (+60.000)
The Ultimate Collection [Withney Houston] - Certificada com Disco de Ouro
Eros Best Love Songs [Eros Ramazzotti] - Certificada com Disco de Ouro
12.000 Lune [Lucio Dalla] - Certificada com Disco de Ouro

quinta-feira, 22 de março de 2012

Singolo Della Settimana [#17] - La Notte [Arisa]

Esta semana na Itália, somente 2 músicas não são italiana no TOP 10 de singles. O primeiro lugar continua com Arisa, La Notte. Porém, Lucio Dalla domina diversas posições esta semana, assim como o ranking da FIMI. Lucio Dalla está em segundo lugar com Caruso, Em quinto com 4 Marzo 1943, em sétimo com Piazza Grande, e em nono, com L'Anno Che Verà.
Em terceiro lugar temos Non È L'Inferno, com Emma, e em quarto Sono Solo Parole, de Noemi. Em décimo lugar, para fechar os Italianos, temos a diva Nina Zilli com Per Sempre.
Os únicos não italianos são Michel Teló com "Ai se eu te pego", e David Guetta, com ''Titanium''.
Tiziano Ferro ao que parece, foi retirado do TOP 10 definitivamente agora, mesmo sendo o italiano mais ouvido a 2 semanas atrás.
Escute agora o single mais ouvido na Itália, La Notte, de Arisa.



Vejamos então o single mais ouvido pelos italianos esta semana, Arisa com La Notte:

quarta-feira, 21 de março de 2012

Recensione - Al Posto Del Mondo [Chiara Civello] (2012)

Chiara Civello - Al Posto Del Mondo [2012]
Hoje vamos falar de mais um dos discos de Sanremo 2012. Passamos enfim da metade das resenhas e recomendações, com este disco de Chiara Civello. Trata-se de seu novo disco de jazz e pop rock, que saiu dia 15 de fevereiro, em escala mundial. Eu achei um belíssimo disco, que mereceu uma resenha completa, de música por música. Com o disco de hoje, já teremos feito as resenhas dos discos de Chiara Civello,  Adriano Celentano, Nina Zilli, Eugenio Finardi, Samuele Bersani, Francesco Renga, Gigi D'Alessio, e Pierdavide Carone.

A primeira música do disco é a que entitula seu novo trabalho, a belíssima ''Al Posto Del Mondo'', música escrita em parceria com a fundadora da banda Plastico "Diana Tejera". A música tem ótima qualidade, vários instrumentos belíssimos disputando por atenção de bons ouvidos, e o vocal de Chiara muito belo também. A música obteve apenas sucesso mediano no país de origem da cantora, ocupando a 35° posição, porém ela faz mais sucesso nos EUA que na Europa.
Continuamos o disco com a faixa "Hey Caro Ragazzo", uma faixa de pop rock com um toque de blues, calma e que mostra um pouco do que a cantora aprendeu com todos os contatos da MPB com quem cantou durante sua estadia no Brasil. A música tem cara de MPB Contemporânea, vale muito a pena ser ouvida.
Logo após temos a faixa "Got To Go", que mostra a faceta de Chiara Civello em experimentar, pois a faixa é sem dúvidas alguma, um Country. A pegada e riff da música é extremamente contagiante, o contrabaixo está perfeito e seu vocal excelente! Escute esta canção clicando [aqui]. Uma belíssima música que ameniza demais aqueles que dizem que Chiara Civello não possui talentos vocais, muito menos criatividade. Sem contar que mostra a cantora que consegue cantar em português, inglês, italiano, e arrisca o francês. Ela é bem mais que um rosto bonito. Perceba no solo de Guitarra excelente feito na faixa também. Faixa nota 10 pela coragem e experimentação, além de ter acertado de mão cheia ;-)
Foto de divulgação do disco.
Logo após esta excelente música ouvimos a canção "A Me Non Devi Dire Mai", uma balada levada ao som de um violão calmo, e arranjos de violino muito bem dosados, onde vemos um espaço incrível para a voz da artista tomar o espaço e se mostrar robusta. Mi fa impazzire. Somente acho que ela poderia abusar de notas altas nesta música, pois quando ela testou, foi muito bem.
"Il Cuore è Un Zingaro" é a primeira faixa do disco onde Chiara está em casa, pois é seu estilo musical de origem, um Jazz contemporâneo, com uma baterista que tem uma delicadeza de pianista, e um arranjo de percursão incrível.
A sexta música se chama "Scusa", e é outra parceria musical com Diana Tejera. Não sei porque mas a sonoridade também é semelhante a sonoridade da primeira faixa também. Mas esta música me lembra muito alguma coisa antiga que a artista fez. Para mim, ao fazer um disco de inéditas, seja totalmente inédito.
A faixa "E Se", é tão simples como seu título. Eu não gostei do arranjo que foi usado, achei que ficou brega, ou piegas demais. Ela pode fazer melhor pelo o que ouvimos nas 5 faixas iniciais. O break de guitarra que ela usou por volta de 50 segundo pra 1 minuto, é mais gasto que pneus de carro com 10 anos de uso. E a tentativa de fazer um refrão pegajoso e ao mesmo tempo apaixonado, que toca ao coração, que te faz chorar, não me comprou.
A artista ao vivo com Ana Carolina
"Problemi" já é uma faixa melhor, a artista sai do lado comercial e faz música de verdade. Os músicos mostram muita eficiência e se mesclam muito bem com a orquestração que é feita no fundo da canção. A música é a versão italiana da música Problemas, de Ana Carolina. Minha irmãzinha de 5 anos simplesmente adora essa canção. Qualquer dia gravo ela cantando isto para vocês!
A penúltima canção do disco, é "Ma Una Vita No", que é a terceira faixa em colaboração com Diana Tejera na composição, e é uma faixa que te surpreende, sai da sonoridade inicial e dá um show. A música tem sonoridade francesa, e particularidades instrumentais belíssimas. Todos os instrumentistas mostram virtuosismo numa faixa de levada simples, mas que fez uma música ótima. Veja esta música [aqui].
Vamos agora para a ultima canção do disco, a chamada "Trouble", que é uma canção que já esteve em discos passados da artista. Ele foi lançado originalmente em 2005, no disco "Last Quarter Moon", porém foi regravada desta vez. A voz está melhor, e os instrumentos estão mais presentes na música, sendo que na primeira versão quase que somente o piano aparece na canção. Desta vez, arranjos de orquestra, contrabaixo e bateria aparecem bem mais na faixa. Excelente.
Para quem não gosta de Chiara Civello, possuem uma grande chance de conhecer melhor a artista e pelo menos colocar suas faixas na Playlist, pois este disco é merecedor, como todos os outros na minha opinião.

Nota: 8.25

Assista agora ao videoclipe oficial de "Al Posto Del Mondo", por Chiara Civello:

terça-feira, 20 de março de 2012

Notizie - Che cosa succede in Italia? [#10]

Você quer uma resenha de quem?
O La Musica Suona trará uma resenha de algum disco histórico do músico a sua escolha. Você prefere uma resenha de Alex Baroni, músico que morreu prematuramente após um acidente de carro em Roma, no início da década passada, ou do músico Lucio Dalla, que faleceu no início do mês deixando-nos um vazio inexplicável?
A cada mês vamos fazer uma resenha de disco antigo, com uma temática interessante. Este primeiro mês, será "Músicos que deixaram saudades". Quem você escolhe? Alex Baroni ou Lucio Dalla?

Responda a enquete que está acima das postagens.



Morgan apresentará seu novo show na Itália.
O vocalista da banda alternativa Bluvertigo, Morgan exibirá no Teatro Smeraldo di Milano seu novo show que compreende em mostrar grandes músicas pouco notadas de grandes artistas italianos, e entre elas, estão canções como "Marianne", de Sergio Endrigo, "Hobby", de Luigi Tengo, "Non Insegnati Ai Bambini" de Giorgio Gaber, e "Sole Malato" de Domenico Modugno.
Além de músicas não-sucessos de grandes nomes italianos, ele relembrará seus sucessos com a banda Bluvertigo, e também de sua atual carreira solo. Alguns dizem que este Show promete. Agora, eu digo: Será?




Ivano Fossati se despediu de seu público após 43 anos de carreira.
Com o sucesso final da Decadancing Tour, Ivano se despediu de seu público ontem, 19/03 no teatro Strehler, de Milão, onde foi gravado o DVD que sairá no fim do ano, contando a ultima turnê do artista. Além de todos os grandes sucessos do artista, tocados com muito sentimento, ele surpreendeu ao tocar The End, dos Beatles e Dolce Acqua, música de quando o artista fazia parte da banda Delirium. 
A platéia aplaudiu intensamente o artista, onde haviam outros grandes nomes da música como Marco Mengoni, Noemi, e Mario Venuti.
A foto ao lado é do artista a finalização de seu ultimo show, feito ontem em Milão.




Sergio Cammarieri ao vivo com o melhor do Jazz.
Hoje Sergio Cammarieri entra em tour para apresentar seu disco mais atual, entitulado apenas com seu nome e sobrenome, no EuropAuditorium, de Bologna. O artista estará com nomes como Luca Bulgarelli no Contrabaixo, Amedeu Ariano na bateria, e Frabrizio Bosso na Trompa, todos músicos históricos que já tocam a anos com ele. O show tem muitas homenagens a ser prestadas, a músicos icônicos do Jazz, e já foram confirmadas várias datas. É um show que eu gostaria de ir.






Gianluca Grignani lança novo single.
O artista soltou em sua página oficial no Facebook que está preparando para que de amanhã, 21 de março até sexta feira, seja liberado no portal mediaset.it e no TGCOM24 a antecipação do seu novo single, chamado "Sguardi". Esta é uma música mais rock and roll do disco Natura Umana, mas que também fala de abandono, de ser tratado com indiferença.
Será o terceiro extraído deste disco, lançado em Outubro passado. Logo estará aqui também, quando sair em versão original, claro, e completa. 
O artista será convidado especial do programa RadioItaliaLive, e estará também com Pierdavide Carone no "Club Tour Enjoy Natura Umana".

Bandas Do Passado [#4] - Metamorfosi [1972]

I Metamorfosi
A banda surgiu no final dos anos 60, quando sai da banda I Framentti, o flautista e cantor siciliano Davide Spitaleri. Na época, I Framentti tocavam simplesmente Beat Rock Britânico, porém Spitaleri nunca foi dos maiores fãs. Dono de uma voz profunda, barba grande parecendo um profeta, e interesse por instrumentos com atmosfera espiritual, ele queria passar isso em sua música.

Ele se une com Enrico Olivieri, tecladista, e cria a banda Metamorfosi. Para contrabaixo, guitarras, bateria, eles sempre recorreram a músicos que só ficavam para a gravação do disco e no máximo para a turnê.

Seu primeiro disco não fez tanto sucesso assim, é o disco ...E Fu Il Sesto Giorno. O que tem de especial no disco é que pela primeira vez, Spitaleri solta sua belíssima voz, porém ainda apresenta algumas fragilidades sonoras. As músicas falam da fragilidade do homem, das vítimas da paixão, e cita muito a figura de Jesus como salvador. Típico da época, o disco tem um tema de pacifismo, muito claro na faixa Hiroshima. Com este disco eles tocam no 2° Festival de Musica da Vanguarda e Novas Tendencias.
Porém, com o seu segundo disco, a banda vira um ícone não só na Itália, mas em toda a Europa. Com o disco "Inferno", a banda faz um álbum conceitual fantástico. O disco foi totalmente inspirado na Divina Comédia de Dante Alighiere. Olhando pelo lado extremamente instrumental, o disco é dominado pelos teclados de Enrico Oliviera, que serviu como um tapete sonoro incrível para todas as experimentações que o grupo fez, com alguma sonoridade Dark. O Texto mostra uma atualização do original de Danti, mostra todas as lutas do ser humano, e seus vícios. Este álbum obtém excelente retorno financeiro, porém mesmo assim a gravadora vem a falir.
Isto quebra todos os projetos do grupo, que tentava continuar a história de Danti, em outros discos.
Eles ficam separados até os anos 90, onde eles voltam para sessões de shows ao vivo, por toda Europa, para se fazerem novamente conhecidos, até que em 2004 lançam a continuação de sua obra prima, o disco "Paradiso", que é a segunda parte da Obra de Danti.
Agora,  Davide Spitaleri aceitou um convite direto do fundador da banda Le Orme [também já dita nesta nossa sessão do blog], para substituir o clássico vocalista Aldo Tagliapietra. Com a banda, ele já gravou 2 discos ao vivo, e um de estúdio. Diversas vezes ele disse que a parceria com o Le Orme não influencia na existência do Metamorfosi, e que o término de sua obra prima está sendo feita, que será o disco "Purgatorio", onde também acaba a obra prima de Danti.
Ah!!! Quero tanto ouvir estes três discos juntos, a junção dos 3 deveria sair num deluxe perfeito, cheio de fotos, livretos, versões ao vivo, e se bobear até com a obra de Danti junto. Eu pagaria para ter!
É isso amantes da música Italiana!!!
Apresentei para vocês uma excelente banda de Italian Prog Rock. Vamos ouvir a primeira faixa do disco Inferno agora.

Escutem agora então a música Introduzione: Selva Oscura + Porta Dell'Inferno:

segunda-feira, 19 de março de 2012

Single - Melodramma [Pino Daniele] (2012)


Estou postando hoje o single que antecipou o lançamento do disco "La Grande Madre", que sairá amanhã em toda a Europa. É o novo disco de Pino Daniele, um grandioso projeto, que promete ser fantástico. O Disco terá 11 faixas inéditas, entre elas o cover de "Wonderful Tonight", clássico de Eric Clapton, seu grande amigo, traduzida para o Italiano, além de "Searching For The Water Of Live", música que será dedicada para fundos da associação "Save The Childen".
Pino disse que o disco ''é como o cordão umbilical dos 4 elementos terrestres''. Talvez uma alusão a um disco que será de World Music. O disco sairá também na América assim que ele desembarcar nos EUA para shows em Washington e outros estados. A Radio Itália será a radio oficial das músicas do disco que virarem singles, como já é com a faixa melodramma.
O Vídeoclipe é basicamente o músico em estúdio com sua banda, tocando a belíssima canção de Soft Blues.
Vocais de Pino excelentes!!! Vale a pena ouvir.

Escute aqui a Melodramma, o single que antecipa o lançamento de La Grande Madre:

Recensione - Chiaro [Gigi D'Alessio] (2012)

Ciao People! Hoje falaremos do novo disco de Gigi D'Alessio. Esta é a continuação das resenhas de todos os discos novos de participantes do Festival de Sanremo. Já falamos até agora de Adriano Celentano, Nina Zilli, Eugenio Finardi, Samuele Bersani, Francesco Renga, e Pierdavide Carone.

Este trata-se de um disco novo, de inéditas, cheio de altos e baixos. Foi lançado dia 15 de fevereiro em toda Itália, e obviamente dentro dele tem a música Respirare, junto com Loredana Bertè. O disco tem ótimas colaborações, como Michael Thompson na guitarra, Pino Palladino no contra-baixo, Tower Of Power nos Sopros, e da Orquestra Sinfônica de Londres. Todos músicos e grupos de alto calibre.
Porém, mesmo com algumas faixas excepcionais eu não posso deixar de dizer que vi faixas ali totalmente fora do padrão de Gigi D'Alessio, seja porque sempre esperamos muito dele, ou porque realmente são fracas. Vocês decidirão comigo isto agora...

O disco começa com a música que o intitula, "Chiaro". A música começa tranquila, com notas tranquilas, e com pequenas notas de piano, e apenas o vocal de Gigi, cantando uma bela estrofe. Logo que diz "chiaro" pela primeira vez na música, um jogo de violinos começam a tocar incessantemente com a bateria, e todos dão um show de musicalidade. Conforme passa a música, você consegue ouvir particularidades de tantos ótimos músicos nítidamente, como linhas de baixo fantásticas que surgem do nada, uma belíssima orquestra no fundo, sempre super presente, e onipotente nas subidas de notas, e um solo de guitarra inesperado do meio para o fim da música, que tira o fôlego de tão belo que é. Esta faixa é fantástica!

Logo após esta maravilhosa canção, passamos para "Respirare", faixa concorrente no Festival de Sanremo, e que todos conhecem bem. A música é um funky muito bem feito, onde Pino Palladino mostra como é virtuoso e porque mereceu tocar com The Who, Paul Young, Eric Clapton, Pink Floyd, John Mayer Trio, e Simon Phillips por exemplo. A faixa me tira o fôlego, palavras de baixista! A faixa é fantástica no disco, muito melhor que a versão de Sanremo. [Alguns irão contra, mas eu dou essa ênfase principalmente pela parte instrumental].
A terceira faixa é "Io Sarò Per Te", que começa com Gigi e um arranjo de piano. Após o primeiro minuto, a faixa transforma-se numa baladinha e quebra um pouco o ritmo das duas primeiras faixas. A letra é bela, e seus vocais muito bem feitos.
Passamos agora para "Sono Solo Fatti Miei", que tem uma batida de música pop, mas se assemelha muito em sonoridade, com o estilo de música que Andrea Bocelli fazia em discos como Amore, ou Romanza, por exemplo. Exceto pelo refrão, que é um refrãozinho bem comercial. Estas são duas faixas que achei que estavam deslocadas da sonoridade do "A-Side" do disco. Não são ruins. São comuns.
A quinta faixa do disco é a "Pericolosamenteinnamorata" single fantástico que te faz novamente lembrar que está ouvindo um disco de um gênio italiano. Esta é outra faixa funkeada, com um toque especial de Michael Thompson, que é guitarrista de funk em origem mas já tocou do blues ao AOR Rock, participando de bandas como Frank Zappa, Asia, Free, Michael Bolton, Michael Jackson, Ray Charles, Joe Cocker e outros deuses da música. Meus olhos brilharam com a qualidade da música.
"Cronaca D'Amore" é a sexta música, e trata-se de uma música com letra doída, que você sente só de ouvir. É uma música calma mas desta gostei bastante. É uma música calma, mas não é nem comercial, nem fraca. Belíssimos vocais e uma refinada instrumentação.
Para fechar o "A-Side" do disco disco, vem a faixa "C'era Una Volta Un Re", uma faixa que é um reggae bem gostoso de ouvir, calmo e contemporâneo! A música ele escreveu pensando em seu pai, belíssima de verdade.
O Segundo lado do disco, começa com a faixa "Ti Voglio Bene Ancora", uma música onde Gigi D'Alessio faz uma homenagem às suas origens, e canta a canção em dialeto napolitano. Uma faixa muito carinhosa, e que deve ter uma particularidade única para ele. Tocante.
Seguimos com "Sapessi Dove Sei", faixa que ele mostra o grande poeta que é. Quando ouvi a primeira vez, queria ver mais sobre a instrumentalização da faixa, a ambientação mas quando notei o refrão, tive que voltar ao início só para prestar atenção na letra. Mas acho que o único objetivo da música é mostrar a bela letra mesmo, porque quando voltei a ouvir a música em si, nota-se facilmente que a musicalidade dela é pobre. O típico "comece baixinho, grite no refrão, faça um solinho e volte a cantar baixinho". Fórmula velha e gasta, Gigi.
"Me Duele La Cabeza", é uma música eletrônica, que não se encaixa bem com o seguimento do disco, você meio que se assusta quando ela começa, porque sai totalmente do que o disco estava passando. Também a achei vulgar. Não a letra, o ritmo mesmo, eu não sei o que esta faixa está fazendo no disco.
Porém, quando começa a faixa 11, você nota que é "Respirare" novamente, porém é um remix, feito pelo Dj Mario Fargetta, conhecido também como Get-Far. O cara é um gênio da ÍtaloDance, seus remix tocam em rádios jovens da Itália a madrugada inteira, e justifica a entrada da música anterior no disco, porém novamente pergunto: O que essa faixa faz no disco? Estava tão bom do jeito que andava. Lançasse essas coisas como bônus em Deluxe Edition.
Tudo bem, após passarmos o pequeno susto recebemos a faixa "Domani e Poi", que de uma forma meio que bizarra sai do eletrônico para faixa calma, meio pop, mas não reclamo, prefiro faixas assim que aquelas batidas todas que vieram do nada. A Orquestra Sinfônica de Londres faz uma participação belíssima nesta faixa.
"A Voglia e Ce 'Vasa", é a penúltima música do disco, outra faixa cantada em dialeto. Não consegui entender bem a letra, mas ele cantou muito bem... Se alguém for expert em napolitano ai e estiver lendo, por favor, traduz isto para mim? Meus conhecimentos de napolitano beiram o inexistente.
"A última faixa do disco é "Lettera da Pietro", que como a música mesmo já deixa claro, é uma letra feita para seu irmão, e ai sim, tem uma bela colocação no disco, pois a última faixa do primeiro lado do disco também foi uma homenagem. Encaixa bem. A letra é pensando em Adriana, a esposa de Pietro. É uma faixa gostosa de ser ouvida. Assim acaba o disco de Gigi D'Alessio, que comemora seus 20 anos de carreira como cantor, um dos mais importantes da Itália.
Para que compreendam a nota do disco, considerei 4 das 12 músicas como totalmente desnecessárias, o que  tirou do disco o potencial de ser um capolavoro.


Nota: 8


Veja O Encarte Completo No Nosso Facebook

Escutem agora a música Chiaro, primeira faixa do disco de mesmo nome, por Gigi D'Alessio:

domingo, 18 de março de 2012

Curiosità - La Pietra Scalciata Di Bob Dylan ;-) [Like A Rolling Stone]

Esta sessão de curiosidades normalmente é do Gui Marchesini. Mas já postei uma vez nesta coluna e postarei novamente. Todos conhecem a épica música Like a Rolling Stones, uma das mais famosas músicas de Bob Dylan, tocada também por todos os grandes nomes da música britânica, como The Rolling Stones e todos os outros nomes imagináreis.
Porém, em 2003, Bob Dylan lança o disco Masked And Anonymous um disco soundtrack que leva o mesmo nome do filme, é óbvio, mas que faz todo o sentido, porque mostra seus maiores sucessos cantados por músicos conhecidos [Masked] ou pouco conhecidos [Anonymous] no ambiente musical.
Porém, para Like a Rolling Stones, a música recebe uma versão de Folk misturada com Rap, feita por ninguém mais, ninguém menos que o Articolo 31!
Enquanto J.Ax e Dj Jad fazem uma versão incrível de Rap para a épica música, aparece os vocais de Bob Dylan, cantando o refrão em inglês com um coro italiano de garotas repetindo em Italiano.
Muuuito legal para quem ainda não conhece...
Citei o nome dos dois aqui porque o Articolo 31 já estava quase separado a este instante, e os 2 ultimos discos como Articolo 31, já vinham com o nome de J.Ax ao lado, como se fosse um projeto solo do artista. Como ambos tem carreira solo, prefiro colocar como se ambos estivessem trabalhando separadamente já.



Escute então a Come Una Pietra Scalciata, versão do Articolo 31 para Like A Rolling Stone:

sábado, 17 de março de 2012

Raccomandazione - Fermoimmagine [Francesco Renga] (2012)

Fermoimmagine [Francesco Renga]
Ciao Ciao a Tutti! Continuaremos agora falando dos discos dos participantes do Festival de Sanremo 2012. Desta vez é Francesco Renga. Não se esqueça que já falamos de Adriano Celentano, Nina Zilli, Eugenio FinardiSamuele Bersani e Pierdavide Carone.

Hoje falaremos mais sobre o disco de Francesco Renga, Fermoimmagine, lançado no dia 15 de fevereiro deste ano, na oportunidade do festival de Sanremo. É uma coletânea de grandes sucessos com 3 inéditas e várias regravações, lançado como disco duplo. Falaremos apenas do primeiro disco, já que o segundo é apenas músicas de discos antigos. O primeiro é o importante e com novidades.

Francesco não foi bem no festival de Sanremo em colocação, pegou um oitavo lugar, mas na minha opinião foi o melhor artista. Só não escolheu a melhor faixa para apresentar. Mesmo sendo uma ótima música, digo eu, claro. Bons amigos de outros blogs, como o Sanio, escritor do Janela ESC, achou que a música é bem fraca para Francesco Renga por exemplo. Essas discordâncias são perfeitas e necessárias. Indo agora para o disco... A primeira música é logicamente a inédita lançada para o Festival de Sanremo, chamada "La Tua Belezza". É uma faixa muito fácil de aprender a cantar, com um vocal belíssimo de Francesco porém peca na letra, que por ser muito fácil de se aprender, também deixa a desejar em complexidade. Porém, é uma belíssima pedida, adoro o vocal dele na faixa. A segunda inédita, que vem em seguir é a "Ho, Ma Non Ho." belíssima música, que diz: "Tenho desculpas doces como caramelos, soa como um disco quebrado dentro de minha alma... Tenho, mas não tenho, se não tenho você, eu tenho mas não tenho, se eu te quero, tenho as mãos sujas de qualquer coisa, tenho tudo, exceto você;". Uma letra comercial? Claro... Mas imagine que se está numa situação destas, essa música é simplesmente perfeita. letra bem pop e som bem rock and roll. A ultima inédita do disco, é a "Senza Sorridere", uma Power Ballad, onde Francesco faz vocais mais fortes, mais graves, e tem uma letra mais pensativa.

Estas são 3 inéditas muito além da média, gostei bastante. todas as outras faixas do disco 1 são regravações ou estão reeditadas, exceto "Tracce Di Te", "Faccia Il Muro", "Sto Già Bene", "Raccontami", e "Meravigliosa", que são todas retiradas de seus próprios discos originais.
A Sonoridade do disco é agradabilíssima, as faixas fluem muito bem, a parte de engenharia de som, e produção foi perfeita neste fator. Mas algumas músicas estão ali só enchendo linguiça, mas estão todas no disco 2. O disco 1 é essencial.

Assim termino a recomendação deste ótimo disco, sem falar do disco 2, pois é apenas uma coletânea comum.


O Encarte completo do disco está disponível na nossa Página do Facebook.

Nota: 8.5 [Por ser Coletânea e ter umas músicas tapa-buraco.]


Assista agora ao videoclipe Oficial de La Tua Bellezza, de Francesco Renga:

sexta-feira, 16 de março de 2012

Single - Tutta Scena [J-Ax] (2012)

Sai hoje o novo videoclipe de J-Ax, rapper fundador da banda Articolo 31. Eu gosto muito de J-Ax trabalhando no Articolo 31, mas agora ele está focando mais seus trabalhos solos. Seus primeiros dois discos como solistas foram bem medianos, considerando o que ele já havia feito pelo hip hop italiano. Agora, este trabalho novo dele, chamado "Meglio Prima (?),  seu 4° como solista, é fantástico. Infelizmente ele foi lançado antes do blog ser lançado, pois eu faria uma bela resenha a ele. Voltando ao single,é o Oitavo extraído do disco, que tem quase 20 faixas. O Videoclipe é a cara dele, super alegre, com letra bem cativante, que propõe basicamente de fazer rimas rápidas e sequencias de citações aos locais públicos italianos e aos modos dos mesmos nos últimos trinta anos. Daí a ambientação do clip... Excelente canção para quem gosta de Hip Hop. Seu trabalho saiu em agosto de 2011 e recebeu disco de ouro pela venda de mais de mais de 40 mil cópias.


Assista agora ao novo videoclipe, Tutta Scena, de J-Ax aqui no La Musica Suona:

quinta-feira, 15 de março de 2012

Classifica Settimanale - FIMI [#17]

Hey People! Ciao!! Esta semana poucas mudanças no Top Semanal... Apenas alguns artistas caíram, outros subiram um pouco mas de artista novo no top 15, apenas 1.... E justamente o líder da semana. Bruce Springsteen debutou em primeiro lugar nos charts italianos com seu novo disco. Lucio Dalla continua forte no TOP 15 com 5 discos e devido a sua forte entrada nos charts, com mais de 15 discos no TOP 100, que sequer estavam listados anteriormente, vários discos que estavamos acostumados a ver em altas posições caíram bastante ou até sairam do TOP 15.
Lembrem-se que agora a forma de se premiar os artistas na Itália mudou. Veja a postagem sobre isto >aqui<
Aproveitem os charts então, e que a musica soe!

Esta é a classificação semanal da FIMI, de 05/03/2012 a 11/03/2012:

Posição atual, Disco/Artista, Posição na Semana Anterior:



1° - Wrecking Ball [Bruce Springsteen] (Nuovo!)

2° - 12000 Lune [Lucio Dalla] (1°)
3° - 21 [Adele] (2°)
4° - Dallamericaruso [Lucio Dalla] (16°)
5° - L'Amore È Una Cosa Semplice [Tiziano Ferro] (5°)
6° - Sarò Libera [Emma] (3°)
7° - Work In Progress [Lucio Dalla + De Gregori] (19°)
8° - Up All Night [One Direction] (8°)
9° - Caro Amico Ti Scrivo [Lucio Dalla] (14°)
10° - Amami [Arisa] (6°)
11° - Facciamo Finta Che Sia Vero [Adriano Celentano] (7°)
12° - Questo È L'Amore [Lucio Dalla] (9°)
13° - È Vero [Alessandro Cassillo] (17°)
14° - Chiaro [Gigi D'alessio] (20°)
15° - The Wall [Pink Floyd] (4°)

Outros Artistas Italianos Relevantes:

16° - Ora [Jovanotti]
19° - Eros Best Love Songs [Eros Ramazzotti]
20° - L'Amore È Femmina [Nina Zilli]
22° - Viva I Romantici [Modà]
24° - Sud [Fiorella Mannoia]
25° - Rosso Noemi [Noemi]
26° - Inedito [Laura Pausini]
29° - Fermoimmagine [Francesco Renga]
30° - Dietro Le Apparenze [Giorgia]
32° - Grande Nazione [Liftiba]
33° - Psyco [Samuele Bersani]
38° - Campovolo 2.011 [Ligabue]
100° - One Night In Central Park [Andrea Bocelli]



Certificazioni
Dischi Diamante [600.000+ Copie]

ARTISTI - Dalla settimana 1 del 2009 alla settimana 9 del 2012

1° - Vivere O Niente [Vasco Rossi] (2011)
2° - Arrivederci, Mostro [Ligabue] (2010)
3° - Viva I Romantici [Modà] (2011)
4° - Ora [Jovanotti] (2011)
5° - ZeroNoveTour Presente [Renato Zero] (2009)
6° - Tracks 2 [Vasco Rossi] (2009)


New Awards
[Sessão Criada Para Mostrar Artistas Que Ganharam Algum Novo Premio Na Última Semana]

Rosso Noemi [Noemi] - Certificada com Disco de Ouro.

Singolo Della Settimana [#16] - La Notte [Arisa]

Ciao A Tutti! Esta semana os charts de singles está ótimo! Os Italianos tomaram novamente o que é deles de volta, tem Italiano em primeiro lugar, Michel Teló foi arrastado ao 5° lugar e muitos artistas de Sanremo se destacaram na listagem. Desta vez quem se deu melhor foi Arisa, que está em primeiro lugar com La Notte. Logo após ela temos Emma, com Non È L'Inferno, Noemi, com Sono Solo Parole, e Nina Zilli, com Per Sempre em quarto lugar. Após Michel Teló, temos Dolcenera com Ci Vediamo a Casa, e a Giovanni Celeste Gaia, com Carlo. Para finalizar o ultimo italiano no TOP 10, é Francesco Renga, que ocupa a nona colocação com La Tua Bellezza.
Tiziano Ferro, o último melhor italiano nos charts, sequer apareceu no TOP10.



Vejamos então o single mais ouvido pelos italianos esta semana, Arisa com La Notte:

quarta-feira, 14 de março de 2012

Classics: Hey Bionda! [Gianna Nannini] (1988)


Ligada a máquina do tempo! Ajustado o ano para 1988. Vamos rever um dos grandes sucessos de Gianna Nannini. A Cantora Italiana é conhecida como Rainha do Rock Italiano, mas seus primeiros grandes sucessos, nos anos oitenta, foram feitos em batidas pop. O Disco Malafemmina, de onde foi extraido a música, vendeu mais de 1 milhão de cópias só na Itália com essa música, que ficou no top 15 das mais ouvidas por quase 1 ano inteiro. Como vemos ouvindo seus discos, mesmo quando sua pegada era pop, o seu vocal já exalava rock. Gianna sempre enfrentou problemas por pessoas que a chamavam de homossexual, e a cantora a algum tempo atrás teve que falar abertamente a uma revista sobre sua escolha sexual, de tão chato que o assunto se tornava. Em Hey Bionda, vemos uma batida básica, idêntica a aquelas que vemos em músicas de Michael Jackson, extremamente pop, porém o vocal de Gianna sempre muito forte, muito rock and roll. Quase no final da música, um simples, mas muito bem feito solo de guitarra surpreende quem não esperava mais nada da música. A Letra e o Videoclipe são peculiares e engraçados. Vale muito a pena assistir.
Pronto! Mas deu um probleminha na nossa máquina do tempo e não poderemos voltar ainda... Estamos presos em 1988... Ah, não ¬¬"


Então vamos ficar mais um pouco e ouvir a Hey Bionda, de Gianna Nannini:



Hey Bionda!
(Igor Campaner, Gianna Nannini)

Ti piace il colpo di cannone
nei film che vedi alla TVprendi la mira in mezzo al cuore
dal sottomarino blu
Ti piace far l' Americana
hai due fucili nei blue-jeans
dirigi con la cerbottana
fai morire meglio tu
Scende dalle minigonne
L' uniforme dei marines
senti cantano le donne
sei irresistibile
Ti piace il fuoco in mezzo al mare
tu mi sorprendi vado giu'
ti infili i guanti del potere
fai morire in fretta tu
Scende dalle minigonne
l' uniforme dei marines
senti cantano le donne
sei l' irresistibile
Bionda - con quale bomba
Bionda - ci colpirai
Bionda - che sei una bomba
Bionda - che specie sei
Ti piace il corpo militare
conti le stelle su e giu'
sei tutta da disinnescare
fai morire peggio tu
Non perdi mai il tuo sangue freddo
programmi la tua strategia
giuri con l' arma del rossetto
non sarai mai amica mia
Scende dalle minigonne
l' uniforme dei marines
senti cantano le donne
sei l' irresistibile
Bionda - con quale bomba
Bionda - ci colpirai
Bionda - che sei una bomba
Bionda - che specie sei
Bionda - di quale guerra
Bionda - per quale amore
Bionda - che sei una stronza
Bionda - che specie sei